Andino e Enever vencem primeiro WQS6000 do ano!

publicado há 2 anos por 0

Andino-e-Enever-Win

E colocam-se na frente do WQS2015!

Ambos os escalões começaram nos quartos-de-final e só terminaram, como previsto, após se encontrarem os campeões do primeiro WQS6000 do ano.

Se Kolohe Andino vinha a mostrar uma consitência incrível ao logo de todo o evento (e já agora do ano pois venceu o primeiro WQS do ano, este de 1000 pontos em Huntigton Beach logo no início de Janeiro), Mateia Hiquily, o outro finalista, não ficava atrás, sendo que o seu grande “escalpe” foi sem dúvida o de Mick Fanning no round 5. Hiquily não deu hipóteses a Jonathan Gonzalez e, no final do quadro dos quartos-de-final, Andino não dava hipótese a Michael Rodrigues.

Nas meias finais, Hiquily defrontaria aquele que poderia também ter sido facilmente o vencedor desta etapa, o poderoso goofy australiano Ryan Callinan. Foi um combate de titãs mas Hiquily abusou do surf performance para encaixar um 9.63 (um dos juizes deu mesmo um 10 a esta onda do tahitiano), acabando assim por assegurar o seu passaporte para a grande final.

Na meia final seguinte, Andino e Stuart Kennedy travavam também uma batalha muito renhido e da qual o americano saíria vencedor por muito pouco. Escusado será dizer que o foco de Andino não é o circuito WQS mas sim tentar o título mundial de 2015 (o ano passado acabou o WCT em 11º), no entanto, o americano está a usar estas etapas como preparação para a primeira etapa do WCT, que acontecerá no final deste mês na Gold Coast.

A final acabou por ser quaser um jogo a um úncio surfista. Andino abriu o heat com um 9.73, mais uma vez graças aos seus abusados aéreos invertidos e power surf e veloz, e fez um backup de 7.33, deixando o jovem tahitiano a necessitar de uma combinação até a buzina final tocar. Infelizmente Hiquily não conseguiu mostrar o surf que até aqui o levou mas sai da Austrália com um resultado excelente, e começa o ano no segundo lugar do WQS.

Do lado feminino, Laura Enever, que não vencia um campeonato desde 2010, levantou o caneco e ainda por cima na praia onde praticamente aprendeu a surfar, para grande delirios dos locais! Para tal, Enever teve de derrotar a poderosa Tyler Wright!

O circuito WQS segue agora para Newcastle, Austrália, e onde estarão presentes novamente vários portugueses. A Frederico Morais, Tomás Fernandes e Zé Ferreira irá juntar-se o campeão mundial júnior, Vasco Ribeiro, para juntos formarem assim a armada portuguesa em mais um WQS6000. O evento começa já esta noite em Portugal (dia 16 na Austrália) e podes assitir a tudo ao vivo AQUI!

 

Comentários