Para o dia 2 do Allianz Ericeira Pro esperavam-se ondas grandes, deixando a organização e competidores a pensar no último dia desta prova em 2018, quando as ondas estiveram no limite do que se considera surfavel. Felizmente desta vez Neptuno cooperou e as ondas, mesmo com tamanho considerável, estavam dentro da qualidade que se espera nesta praia.

Na prova feminina Teresa Bonvalot voltou a mostrar o seu melhor surf vencendo a sua bateria do round 2 e juntamente com Camilla Kemp eliminou o destaque do dia anterior, Gabriela Dinis. Na bateria seguinte Yolanda Hopkins também venceu, seguida de Concha Balsemão, eliminando Carina Duarte e Mariana Assis.

No round 3 masculino, já com o mar a subir bastante, o grande destaque foi, como não podia deixar de ser, foi Frederico Morais, que, com grandes carves e batidões no lip venceu a terceira bateria da fase com a incrível média de 18 pontos. Nos quartos de final man-on-man Tomás Fernandes mostrou que nesta praia é sempre um candidato à vitória e com uma onda excelente eliminou Ivo Cação, que também fez uma grande prova até aí. A bateria seguinte foi um confronto com historial pois defrontava dois surfistas que ao longo dos anos disputaram muitas baterias e muitos títulos. Miguel Blanco e João Kopke alternaram títulos nacionais desde os sub14 mas os seus percursos como surfistas profissionais seguiram direcções diferente e Blanco, que tem estado mais ligado à competição, conseguiu mais uma vez, por apenas 0.15 pontos.

De seguida outro confronto com historial, Frederico Morais VS Francisco Alves, foi vencido pelo ex-top do CT, enquanto que Vasco Ribeiro fez mais uma onda excelente para eliminar o perigoso havaiano Kiron Jabour.

Acompanha o próximo dia de prova em directo AQUI!

Meias-finais masculinas:
Heat 1: Tomás Fernandes x Miguel Blanco
Heat 2: Frederico Morais x Vasco Ribeiro

Meias-finais femininas:
Heat 1: Teresa Bonvalot x Concha Balsemão
Heat 2: Yolanda Hopkins x Camilla Kemp

Comentários