A primeira etapa da Liga MEO Surf de 2019, o Allianz Ericeira Pro, começou bem cedo com ondas difíceis em Ribeira D’Ilhas.

A prova feminina foi a primeira na água e ao contrário da masculina, até teve algumas surpresas. Tudo começou com a vitória de Gabriela Dinis sobre Teresa Bonvalot no heat 1 do round 1. Ambas tinha notas de 7 pontos a contar mas Gabriela tinha um back up ligeiramente melhor e avançou em primeiro. Para acabar o round, e a presença feminina neste dia, Carina Duarte, a ex-campeã nacional que pouco tem competido nos últimos tempos, venceu com destaque a sua bateria, deixando Mariana Assis em segundo lugar e eliminando a campeã do circuito de 2017, Carol Henrique.

Na prova masculina surfistas como Miguel Blanco, Vasco Ribeiro, Filipe Jervis, Kiron Jabour e, claro, Frederico Morais, surfaram muito acima da média no round 1, vencendo as suas baterias com grande facilidade. Para azar de outros dois competidores, Vasco e Frederico encontravam~se no mesmo heat no round 2, e foi o ex-top do CT quem acabou no frente.

Mais tarde, já no round 2, foi a vez de João Kopke provar que o ano de 2018 não foi um “fluke”, mostrando novamente um backside muito competitivo e afiado. Também Francisco Almeida surpreendeu, tendo vencido duas baterias neste dia, enquanto que Marlon Lipke e Filipe Jervis representaram bem os goofies com vitórias impressionantes. Mais quem? O local Henrique Pyrrait mostrou-se bem e casa e seguiu para o round 3, juntamente com Ivo Cação, um surfista um veterano do circuito que é especialmente forte em point breks de direita..

A previsão para o próximo dia de prova é de ondas bastante maiores, o que deverá dificultar o trabalho de muitos competidores. Acompanha o próximo dia de prova em directo AQUI!

Comentários