Muitos dos melhores surfistas sub16 do mundo encontravam-se há alguns dias em Playa Hermosa, Costa Rica, há alguns dias. Em disputa estava o título deste circuito e dois surfistas lusos, Afonso Antunes e Concha Balsemão, estavam em prova.

Ambos abdicaram de competir no Renault Porto Pro para perseguir resultados que consideravam mais expressivos, tendo conseguido a qualificação nas versões nacionais e europeias.

As ondas rondavam o metro o meio nos sets, com algumas “fechadeiras” mas muitas secções com potencial de fazer manobras fortes e receber “scores” altos. Concha não chegou ao dia das finais, sendo eliminada pela local Valeria Ojeda, enquanto que Afonso foi um dos destaques desde o início e qualificou-se para o dia das decisões.

Ao longo dos anos, apesar de dominar os circuitos júniores em Portugal, Afonso Antunes ficou várias vezes nas finais de eventos internacionais, como o Volcom Rumblefish de 2015, o ISA Juniors de 2018 e recentemente o Junior Pro Espinho, uma etapa realizada em Portugal mas a contar para o circuito Europeu. Mesmo tendo mostrado potencial para vencer, foi na Costa Rica que Afonso finalmente quebrou a barreira e venceu um evento internacional, batendo na final Taro Watanabe, e colocando o seu nome na prestigiosa lista de vencedores.

 

Comentários