Começou hoje a última etapa da Liga MEO Surf de 2020, o Bom Petisco Cascais Pro, uma prova que arrancou cedo na Praia do Guincho. A fase de trials começou com ondas marginais, maré muito vazia e algum vento, mas rapidamente as ondas começaram a encaixar melhor no banco de areia e o vento baixou.

O round 1 começou sem grande destaques, pelo menos até Frederico Morais entrar na água e começar a impor um ritmo muito elevado, combinando o segundo classificado da bateria, Daniel Nóbrega. Os outros candidatos ao título, Afonso Antunes e Vasco Ribeiro também venceram as suas baterias, garantindo que a disputa seguisse para a fase seguinte.

Os destaques pela negativa foram as eliminações de alguns habitués das fases mais avançadas, como João Moreira, que perdeu para Marlon Lipke e Rafael Silva, José Champalimaud, que perdeu para Martim Paulino e Nicolau Von Rupp, e ainda João Kopke, que foi eliminado por Martim Magalhães e Lourenço Sousa.

O vento voltou a aumentar mas as ondas não pioraram e a prova entrou pelo round 2. Como já tem sido a norma, Miguel Blanco venceu a sua bateria, tal como Filipe Jervis e o progressivo Halley Batista. Seguiu-se a bateria do líder do ranking, Afonso Antunes, que tinha adversários de peso pela frente e uma lesão que ainda não lhe permite dar o seu 100%. Luís Perloiro e Gony Zubizarreta surfaram muito e deixaram tanto Afonso como Francisco Almeida a precisar de notas de 5 pontos, algo que não conseguiram fazer e foram eliminados. No entanto, mesmo fora do evento, Antunes mantém fortes hipóteses de se sagrar campeão nacional. Isto porque se Vasco Ribeiro não chegar às meias finais ou Frederico Morais à final, nenhum deles pontua e o actual líder do ranking acaba na frente.

E por falar em candidatos ao títulos, ambos passaram para o round de 16. Morais passou em segundo lugar, atrás de Guilherme Fonseca e com um Diogo Martins num 3º lugar muito próximo, enquanto que Vasco venceu a sua bateria e levou consigo Francisco Queimado em segundo lugar. Outros vencedores nesta fase foram Guilherme Ribeiro e Lourenço Sousa, que bateu Eduardo Fernandes, Martim Paulino e Joaquim Chaves para se qualificar para o seu primeiro round de 16.

Acompanha a evolução desta prova em directo AQUI!

Comentários