Terminou a noite passada, e Adriano de Souza dominou!

Apesar de ondas ainda pequenas, o dia da final foi sem dúvida o dia com as melhores condições deste WQS de seis estrelas pois uma ligeira subida do mar foi suficiente para que ondas de meio metrão sólido permitessem performances espantosas de alguns dos melhores do mundo ainda em prova.

O último dia do Hurley Australian Open of Surfing começou nos quartos de final e onde infelizmente Vasco Ribeiro, o português que mais longe chegou, já não estava presente por ter sido eliminado no round anterior no dia anterior. Dos oito finalistas, seis eram ou foram surfistas do WCT, sendo apenas dois deles guerreiros do WQS, Peterson Crisanto e Tomas Hermes, nos últimos anos.

Se Crisanto perdeu frente a Julian Wilson, já Tomas Hermes eliminou o europeu Jeremy Flores para se qualificar para as meias finais, e, logo de seguida, Patacchia perdia para De Souza e meia hora mais tarde Bede Durbidge – o responsável pela eliminação de Vasco Ribeiro no dia anterior – perdia para Patrick Gudauskas.

Julian Wilson chegou à final graças a manobras como este stalefish!

Julian Wilson chegou à final graças a manobras como este stalefish!

Nas meias-finais Wilson despachou Hermes num heat muito renhido, enquanto na meia-final seguinte Adriano de Souza começava a mostrar que tinha muita sede de vitória, deixando Gudauskas a precisar de uma nota quase perfeita para conseguir um lugar na final, o que não aconteceu.

A final acabou por ser, novamente, um domínio do brasileiro, Adriano de Souza, que corria o seu primeiro campeonato com o seu novo main sponsor, a Hawaiian Dreams, não deu qualquer hipótese ao australiano, deixando Wilson a necessitar de uma combinação de duas ondas para vencer este seis estrelas e começar o ano da melhor forma possível!

Já no feminino foi Carissa Moore quem não deu hipóteses, neste caso à sua conterrânea Alessa Quizon. O local júnior Jacob Wilcox venceu o Pro Junior Masculino, deixando em segundo a grande bomba australiana Leonardo Fioravanti, enquanto Ellie-Jean Coffey venceu Bronte Macaulay no Pro Junior Feminino.

Hurley-Australian-Carissa

Carissa Moore foi a grande vencedora no feminino!

 

O circuito WQS masculino continua na Austrália e começa já no dia 16 de Fevereiro em Newcastle. O evento é o Burton Toyota Pro que no ano passado foi vencido por Joel Parkinson, e espera-se novamente uma forte presença nacional neste WQS de seis estrelas!

 

Comentários

Os comentários estão fechados.