Açores marca início da perna portuguesa do circuito mundial de surf

publicado há 3 anos por 0

Sata-Azores-Pro-2014

Um evento Prime, um WCT feminino e um WCT masculino, tudo em Portugal! É o Portuguese Wave Series!

Será novamente (pelo sexto ano consecutivo) o Areal de Santa Bárbara, na Ribeira Grande, ilha de S. Miguel, que vai receber alguns dos melhores surfistas. A etapa, o SATA Azores Pro presented by Sumol, acontecerá entre os dias 2 e 7 de Setembro e é um evento Prime (o mais alto grau do circuito WQS, logo o que mais pontos – 6500 pontos para o vencedor – e dinheiro – 250.000 dólares no total – atribui).

A importância dos eventos Primes é mais do que crucial pois são estes que mais pontos dão aos surfistas que correm o WQS para se qualificarem para o WCT do ano seguinte. Ao mesmo tempo, os surfistas que no WCT estão mal posicionados começam geralmente a meio do ano a correr os eventos Primes e seis estrelas do circuito WQS para garantirem a requalificação para o WCT via WQS caso o ano mau se mantenha na elite do surf mundial (WCT).

Os surfistas portugueses que poderão ter acesso para o SATA Airlines Azores Pro são vários. Tiago Pires, sendo atleta do WCT tem acesso garantido e neste momento o português já está inscrito pelo que irá defender as cores portuguesas em Portugal.

Nicolau Von Rupp (36º do WQS) e Frederico Morais (38º do WQS) terão certamente lugar pois estão muito bem posicionados no ranking WQS e mesmo com um mau resultado no Prime de Huntington Beach, que começa já na sexta-feira, deverão ter acesso ao Prime dos Açores.

Depois temos Marlon Lipke e Vasco Ribeiro como os portugueses com mais hipóteses de se qualificarem. Se Marlon Lipke (76º no WQS) tem boas hipóteses, se bem que o ideal seria um bom resultado em Huntington para garantir, já para Vasco Ribeiro (98º no WQS) é neste momento praticamente impossível pois já se encontram inscritos quinze dos trinta e seis surfistas do WCT para o SATA Azores Pro.

No entanto há sempre wildcards para estes eventos (dois da ASP e dois para a organização) pelo que poderemos ter ainda pelo menos mais dois portugueses neste evento, resta agora saber quem serão.

O SATA Airlines Azores Pro presented by Sumol marca o início da perna portuguesa do circuito mundial de surf da ASP, que até finais de Outubro trará os melhores surfistas do mundo, masculinos e femininos, a Portugal. Esta é a primeira etapa a contar para o Portuguese Waves Series, um troféu especial que irá premiar o melhor surfista masculino na geral das três provas da categoria realizadas em Portugal, sendo as restantes duas o WCT feminino em Cascais e o WCT masculino em Peniche.

É com enorme prazer que organizamos uma vez mais o SATA Azores Pro presented by Sumol, um dos oito eventos mais importantes do circuito de qualificação. Prova disso é a inscrição na prova de quase metade do Top 34 mundial até ao momento, algo que de ano para ano tem vindo a aumentar, garantindo cada vez mais a presença dos melhores atletas do mundo nos Açores. Para os surfistas nacionais que sonham qualificar-se para o WCT, esta é sem dúvida uma das etapas mais importantes, pois para além de ser no próprio país, o resultado nesta pode contribuir para a entrada nas etapas do Hawaii, limitada ao top 100 e cujas inscrições terminam no início de Outubro, data em que só vai haver mais um evento de qualificação, que é igualmente em Portugal,” conclui o director de prova.

 

Comentários