Acção limitada em Grumari | Oi Rio Pro | Dia 1

publicado há 1 ano por 0

oi-rio-pro-dia-1-2016

Apesar das dificuldades pré-evento, o Oi Rio Pro arrancou logo no primeiro dia do período de espera em Grumari.

À primeira vista as ondas pareciam bastante boas, com esquerdas e direitas com cerca de um metro. O “golden boy” do Brasil, Filipe Toledo, estava no primeiro heat e nas primeiras ondas parecia bastante enferrujado. A meio do heat, e mesmo sem estar a 100%, passou-lhe a ferrugem, mas ficou patente que era mais um problema das ondas que deste surfista. Apesar do que aparentavam as ondas estavam bastante difíceis de surf apesar de haver algumas “pérolas” entre as que fechavam e as que ficavam moles.

Foram poucos os que surfaram ao seu melhor nível e do top10 apenas três, Ítalo “o homem do dia” Ferreira, Jordy Smith e Nat Young. Para qualquer um deles foi só mais um dia no escritório e assim avançavam para o round 3.

Outros vencedores foram Leonardo Fioravanti, Davey Cathels, Marco Fernandez, Lucas Silveira, Alejo Muniz, Ryan Callinan, Adam Melling e John John Florence. Já Medina, Wilson e De Souza foram os principais “escalpes” deste estranho dia de competição. Mas mais pobre ainda foi a prestação do “camisola amarela”, Matt Wilkinson, que fez o seu pior heat do ano até agora, não tendo conseguido melhor que um par de 4 pontos.

Por norma o segundo dia de prova, em que se realiza o round 2, é bastante parado mas com a maior parte dos mais cotados nessa fase, poderá ser ainda mais forte que o primeiro.

Acompanha o próximo dia de prova AQUI!

Comentários