Acção intensifica no Allianz Ericeira Pro | Dia 2

publicado há 1 mês por 0

Zé Ferreira - Photo by Pedro Mestre
Zé Ferreira - Photo by Pedro Mestre

Para o segundo dia da primeira etapa da Liga MEO Surf 2017, o Allianz Ericeira Pro, as condições suavizaram um pouco em relação ao dia anterior. Ondas um pouco mais pequenas e formação ligeiramente melhor, permitiram que os melhores surfistas do país mostrassem um pouco mais que nas primeiras fases.

A prova começou com a categoria feminina e as duas primeiras fases foram “business as usual” com as principais favoritas a avançarem sem dificuldades. As meias finais de quatro surfistas já foram mais competitivas e logo no primeiro heat Camilla Kemp confirmou que é uma candidata fortíssima à vitória, vencendo o seu heat com grande destaque e trazendo consigo Yolanda Hopkins para a fase man-on-man.

A bateria seguinte era uma autêntica final e foi surf digno de uma final que se viu. Carol Henrique surfou muito e avançou para a fase seguinte mas o grande destaque foi Teresa Bonvalot. A surfista de Cascais tem em Ribeira uma onda que não a beneficia muito, mas isso nunca a impediu de tirar bons resultados. Neste heat das meias finais Teresa abriu com uma nota de 9.25 e pouco depois fez um back up de 9 pontos, garantindo a vitória na bateria e a melhor média da prova.

A categoria masculina apenas avançou duas fases, mas foram rondas cheias de grandes confrontos. O round 3 apenas viu um dos grandes favoritos a ser eliminado, Pedro Henrique, que perdeu para os groms João Moreira e Francisco Almeida. Outro cabeça de série a ser eliminado foi Filipe Jervis, também para uma dupla da nova geração, Francisco Duarte e Jácome Correia.

Zé Ferreira, com uma onda de 8.9 e um back up de 7.25 foi o grande destaque da fase mas também o segundo classificado neste último heat do round 2, o local “Neco” Pyrrait, que regressou recentemente da Austrália com um backside bem “sharp”, esteve muito forte.

No round de 16 o nível de surf foi mesmo muito alto e tudo começou com um confronto muito competitivo entre os dois principais favoritos à vitória nesta prova, Vasco Ribeiro e Tiago Pires. Saca foi o vencedor desta vez mas Vasco ainda terá a oportunidade de tentar bater o seu manager se ambos continuarem a avançar.

Tomás Fernandes foi mais uma vez o destaque da fase, batendo Gony Zubizarreta (2º classificado), Ivo Cação e Ruben Gonzalez com o seu surf preciso e a maior média deste round. Também Francisco Alves, que este ano volta a ter grandes objectivos competitivos, venceu o seu heat, com Jácome Correia em segundo lugar, e Marlon Lipke venceu mais um heat, deixando Zé Ferreira em segundo lugar, para avançar para a fase man-on-man.

Ainda houve tempo para a Renault Expression Session, que foi vencida por João Moreira, e as meias finais do MOCHE Grom Cup, onde o grande destaque foi Guilherme Ribeiro, que avançou para a final juntamente com João Vidal, Gabriel Ribeiro, Joaquim Chaves, Tomás Lacerda e Rodrigo Lebre.

Acompanha as fases finais em directo AQUI!

Comentários