O circuito feminino de qualificação de 2020 da WSL começou com uma etapa ainda realizada em 2019, o Maui and Sons Pichelemu Pro, uma prova de 1.500 pontos que já contou para o ranking deste ano. Três portuguesas terminaram em 5º lugar nessa prova, o que lhes permitiu começar o ano no top5.

O Corona Open Hainan é uma etapa de 5.000 pontos realizada na China de 6 a 12 de Janeiro que terá a presença de 5 surfistas portuguesas, Teresa Bonvalot, Carol Henrique, Camilla Kemp, Yolanda Hopkins e Leonor Fragoso. Esta prova é uma de apenas 4 de pontuação máxima fora das Challenger Series, etapas que equivalem a 10.000 pontos, o que faz dela uma das mais importantes do ano.

Além das 5 portuguesas, o Corona Open Hainan atraiu mais algumas surfistas de renome, como Brisa Hennessy, Coco Ho e Paige Hareb, entre outras. Em conjunto com esta etapa realiza-se também uma prova masculina com a mesma pontuação que, apesar de contar com surfistas de destaque no circuito QS e alguns ex-tops do CT, e pelo menos três representantes lusos, Luís Perloiro, Guilherme Fonseca e Sidney Guimarães.

Acompanha a evolução desta prova AQUI!

Comentários