O penúltimo dia do Junior Pro Espinho foi um dos mais cheios de acção de toda a prova. No round 3 masculino os portugueses tiveram algum sucesso, tendo Joaquim Chaves e Afonso Antunes vencido os seus heats, enquanto que João Vidal, Gonçalo Vieira, João Moreira e Guilherme Ribeiro também avançaram para a fase seguinte.

O round 4 afunilou bastante o número de competidores, e infelizmente também a “Armada Lusa” acabou por ficar bastante reduzida. Joaquim Chaves foi o primeiro a competir e com um par de notas de 5 pontos conseguiu passar em segundo lugar atrás de Lenni Jensen e à frente de Kauli Vaast e Sam Piter.

Logo de seguida foi lusos encontravam-se no mesmo heat e acabaram por disputar a segunda vaga, já que Marco Mignot fez várias notas altas no início, dominando a bateria. Afonso Antunes e João Moreira acabaram ambos com ondas fortes e apesar de Moreira ter feito a melhor onda, Antunes tinha o melhor back up e avançou.

Na próxima bateria Gonçalo Vieira continuou a surpreender, provando ser uma das grandes revelações do evento. Gonçalo passou o seu heat num sólido segundo lugar atrás do inglês Stanley Norman, garantindo uma vaga no round de 16 enquanto que todos os outros portugueses foram eliminados.

Na categoria feminina o sucesso foi quase total. Tudo começou com a “dobradinha” de Teresa Bonvalot e Mafalda Lopes no primeiro heat do round de 16 mas, infelizmente, na bateria seguinte Mariana Brandão era eliminada. Depois foi a vez de Francisca Veselko acabar o seu heat com uma onda muito forte, o que lhe garantiu o segundo lugar atrás de Néis Lartigue e uma vaga nas meias finais.

Acompanha o resto da prova em directo AQUI!

Comentários

Os comentários estão fechados.