100% de sucesso para os portugueses no dia 3 do Martinique Surf Pro

publicado há 11 meses por 0

100-POR-CENTO-DE-SUCESSO-NO-MARTINIQUE-SURF-PRO

Depois de um arranque pouco positivo, os surfistas portugueses ainda em prova no Martinique Pro Surf fizeram bom uso de melhoria das condições do terceiro dia para se destacarem.

A onda de Basse Point tem algumas semelhanças a uma das secções de Ribeira D’Ilhas, uma onda em que Ferreira, Ribeiro e Morais se destacam. O primeiro dos três a competir neste dia foi Zé Ferreira, que tinha nomes de peso como adversários, Marc Lacomare, Dimitri Ouvre e Michael Dunphy. Zé abriu bem, com uma onda de 4.5 pontos mas foi na segunda que se soltou mais. A onda nem era das maiores mas Ferreira fez uma série de manobras fortes no lip e um bom carve e com o 7.5 que recebeu praticamente garantiu a qualificação para o round seguinte. Para reforçar a sua posição ainda surfou bem uma onda de secções rápidas para receber a nota de 5.7 pontos e vencer o heat, deixando Lacomare em segundo lugar.

Zé Ferreira avança mais um round! Photo by Poullenot/Aquashot

Zé Ferreira avança mais um round! Photo by Poullenot/Aquashot

Dois heats mais tarde seria a estreia de Vasco Ribeiro nesta prova, também num heat com adversários fortes. Mas foi mais um heat dominado por um atleta luso. Ribeiro abriu com uma onda de 5.17 e na sua segunda foi muito explosivo, projectando água para o ar em quase todas as manobras. O resultado foi uma nota de 7 pontos e a partir daí só foi preciso gerir a bateria, deixando Lucca Messina em 2º, Granger Larsen em 3º e Victor Mendes em 4º lugar.

2VR

Vasco Ribeiro, pronto para varrer mais um heat. Photo by Poullenot/Aquashot

Depois seria a vez de Frederico Morais testar se não há mesmo “duas (vitórias) sem três”. O surfista do Guincho foi o primeiro a pontuar, mas escolheu uma onda pequena e apesar de ter dado três batidas sólidas só recebeu 3.67. Com isso Morais passou para a quarta prioridade, o que lhe poderia ter saído caro. Mas o seu surf de rail e as manobras de lip foram um dos destaques do dia e rápidamente compensou com duas ondas fortes. “Kikas” liderou a partir daí mas esteve sempre sobre ataque de Aritz Aranburu, Kaito Kino e Kiron Jabour. No fim o português ainda reforçou a sua posição, melhorando o seu back up, enquanto que Jabour, que passou quase o heat todo em 2º lugar, caiu para o 4º lugar devido ao ataque de Artiz, que acabou em 2º, e Kaito Kino (3º).

3FM

Frederico Morais volta ao pico depois de reforçar o seu primeiro lugar. Photo by Poullenot/Aquashot

No fim do heat seguinte, o 16º desta quarta fase, o dia de prova chegou ao fim. Acompanha a evolução desta prova AQUI!

Heats com portugueses:
Round 5
Heat 5 | Rafael Teixeira x Zé Ferreira x LuccaMesinas x Luke Hynd
Heat 6 |
Patrick Gudauskas x Marc Lacomare x Medi Veminardi x Vasco Ribeiro
Heat 8 | Seth MonizSantiago Muniz x Frederico Morais x Slade Prestwich

Comentários