100% de sucesso entre os portugueses no round 1 do Balito Pro

publicado há 7 meses por 0

balito-pro-2016-dia-1

Começou hoje o Balito Pro, uma etapa QS 10.000. Esta primeira prova de pontuação máxima de 2016 atraiu cerca de 15 tops do Championship Tour e 7 surfistas portugueses.

Apenas 3 dos 7 competiram na primeira fase, em ondas bastante marginais, mas todos foram bem sucedidos. O primeiro na água foi Nicolau Von Rupp, que demorou algum tempo a aquecer nesta bateria em que tinha como adversário Ian Crane, Mason Ho e Brian Toth. Até que Nic meteu o seu backside a funcionar e com algumas batidas fez o seu primeiro keeper, uma nota de 6.23. Três ondas mais tarde soltou-se mais e recebeu 7.97, o que lhe deu a liderança quase até ao fim do heat. Os seus três adversários lutaram muito para conseguir a qualificação e Brian Toth inclusivamente fez uma nota de 8.17. Mas só Crane conseguiu superar Von Rupp, que mesmo assim passou num sólido segundo lugar.

Tomás Fernandes estava na penúltima bateria da fase e do dia e aí as ondas já estavam ainda piores. O que de maneira alguma atrapalhou o surfista da Ericeira, que se mostrou em grande forma. Fernandes conseguiu aqui, no ano passado, o seu melhor resultado no QS, batendo Jordy Smith, entre outros. Este ano começava a sua prova contra quatro nomes fortes, mas que não conseguiram ser superiores. Tomás estava bem soltinho nas pequenas direitas, fazendo fortes snaps no lip, algumas curvas de rail e boas finalizações e conseguiu vencer, deixando a bombinha norte-americana, Griffin Colapinto, em segundo.

Zé Ferreira estava no heat seguinte e ao fim de três ondas parecia ter o heat dominado. O seu surf estava novamente “on point” e as notas saíram como se espera. Faltou apenas melhorar a sua posição na última metade do heat, o que permitiu que Gony Zubizarreta roubasse o primeiro lugar. No fim o japonês Takaumi Nakamura ainda chegou ameaçou a sua posição, mas ficou abaixo do que precisava e Zé garantia uma presença na fase seguinte.

O Balito Pro regressa amanhã, acompanha tudo em directo AQUI!

Heats com portugueses:
Round 2
Heat 2 |
Messias Felix x Vasco Ribeiro x David do Carmo x Victor Bernardo
Heat 5 | Jeremy Flores x Pedro Henrique x Michael Dunphy x Nicolau Von Rupp
Heat 2o | Davey Cathels x Noe Mar McGonagle x Yadin Nicol x Tomas Fernandes
Heat 24 | Marlon Lipke x Mateia Hiquily x Frederico Morai x Zé Ferreira

Comentários